Cookies
O website necessita de alguns cookies e outros recursos semelhantes para funcionar. Caso o permita, o INESC TEC irá utilizar cookies para recolher dados sobre as suas visitas, contribuindo, assim, para estatísticas agregadas que permitem melhorar o nosso serviço. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Descrição

Sistema Hiperbárico para Recolha e Manutenção de Organismos do Mar Profundo

A investigação marinha em mar profundo é até à data insipiente, e pouco explorada, tem no entanto grande potencial de exploração económica pelas substâncias que contém e/ou produzem, alavancando, por isso, a exploração dos biorrecursos de mar profundo. As substâncias contidas ou produzidas por organismos de ambientes marinhos profundos poderão ter potencial utilização pela indústria farmacêutica e alimentar, no entanto a sua exploração é dispendiosa e escassa, havendo necessidade de criação de processos e métodos alternativos. O projeto apresentado propõe-se a desenvolver uma infraestrutura móvel isobárica que permita a recolha de organismos vivos no mar profundo em condições de elevada pressão, baixa temperatura (ou extremamente elevada, no caso de proximidade a vulcões activos) e reduzida luminosidade e a sua transferência para uma outra câmara, mimetizando à superfície (1bar), o ambiente do fundo do mar sem modificação dos parâmetros físicos relevantes. O sistema irá também permitir a manutenção destes organismos em ambientes controlados e de fácil acesso, não só para aprofundar o conhecimento científico de organismos-chave do mar profundo, como também permitir o uso das substâncias por eles produzidos para a indústria farmacêutica. Os desenvolvimentos propostos estão relacionados com a criação de competências em tecnologias hiperbáricas e a sua utilização em ambientes severos como o mar profundo, com toda a problemática associada ao ambiente, em particular controle dos parâmetros químicos que favorecem a vida dos organismos dentro do aquário hiperbárico, a alimentação, corrosão e salinidade. Visto que, é difícil recolher organismos vivos do mar profundo, pretende-se implantar este projeto tem áreas com elevada biodiversidade e densidade ao largo da plataforma continental de Portugal.

Detalhes

Mais Informação

  • Acrónimo

    HiperSea
  • Início

    01 julho 2018
  • Orçamento global

    2.734.068,02 €
  • Estado

    Ativo
  • Fim

    30 setembro 2022
  • Responsável

    Eduardo Silva
  • Financiamento

    295.522,22 €
  • Financiado por

Equipa
001

Centros Associados

CRAS

Centro

Centro de Robótica e Sistemas Autónomos