Cookies
O website necessita de alguns cookies e outros recursos semelhantes para funcionar. Caso o permita, o INESC TEC irá utilizar cookies para recolher dados sobre as suas visitas, contribuindo, assim, para estatísticas agregadas que permitem melhorar o nosso serviço. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Descrição

Modelo de estimação do impacto do investimento e da manutenção na Qualidade de Serviço Técnica

Segundo o atual regulamento do setor elétrico, cabe ao operador da Rede de Distribuição a elaboração do Plano de Desenvolvimento e Investimento da Rede de Distribuição (PDIRD). Uma das partes mais relevantes deste plano diz respeito aos investimentos previstos no vetor Qualidade de Serviço Técnica (QST), assim como a estimativa de evolução dos indicadores que caracterizam este vetor. Estes indicadores dependem diretamente dos tempos de interrupção de serviço, sendo estes condicionados pelo tipo e estado de saúde dos ativos, pelas condições de exploração e pelas ações de agentes externos, nomeadamente pelas condições atmosféricas. Os investimentos diretos em ativos novos permitem aumentar os índices de fiabilidade da rede. As ações de manutenção, quer corretiva quer preditiva, contribuirão igualmente para o robustecimento da rede, o que conduzirá a melhorias nos indicadores de QST. O objetivo principal deste projeto foi desenvolver um modelo para quantificar o impacto das ações integradas de investimento e de manutenção nos índices de QST. Pretende-se implementar uma aplicação de ajuda ao planeamento, que permita comparar diferentes cenários de investimento e de manutenção.

Detalhes

Mais Informação

  • Acrónimo

    IeM_QST
  • Início

    16 agosto 2019
  • Orçamento global

    0,00 €
Equipa
001

Centros Associados

CPES

Centro

Centro de Sistemas de Energia