Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
Descrição

Rede de Sensores para a segurança da rede de abastecimento alimentar

O projeto SNIFFER teve como objetivo procurar nos alimentos os produtos tóxicos a que foram naturalmente ou propositadamente expostos. O INESC TEC foi responsável pela tarefa 3, ou seja, pela elaboração e resumo das etiquetas fluorescentes (Universidade de Burgos) e pela funcionalizaçãodos alquilossilanos (INESC TEC). Microoganismos como o Bacillus cereus (identificação através de valinomicina dopada com potássio):CHEMISTRYOPEN 6, 562-570 (2017) doi: 10.1002/open.201700057, Bacillus anthracis (antrax)ou produtos químicos tóxicos como: - Organofosfatos - Metilmercúrio (vários documentos em preparação pela Universidade de Burgos nos dois casos) - Alcalóides de Pirrolizidina 65 (três documentos em preparação)  Enterotoxinas (vários documentos em revisão pela Universidade de Burgos) Os outros parceiros eram responsáveis por testar a eficácia dos sensores preparados na Tarefa 3, desenvolver uma plataforma integrada para partilhar e analisar os dados e pela elaboração eletrónica de instrumentos de coleção de sensores.

Detalhes

Mais Informação

  • Acrónimo

    SNIFFER
  • Início

    01 maio 2013
  • Orçamento global

    2.720.029,00 €
  • Estado

    Completo
  • Data de encerramento

    30 abril 2016
  • Responsável

    Gerardo Aguilar
  • Financiamento

    233.601,00 €
  • Financiado por

Equipa
001

Centros Associados

CAP

Centro

Centro de Fotónica Aplicada