Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

Projeto Marecom ganha prémio Fraunhofer Portugal

O projeto MareCom, desenvolvido pelo Centro de Telecomunicações e Multimédia (CTM) do INESC TEC, conquistou o segundo lugar no concurso Fraunhofer Portugal Tech Transfer Awards, que decorreu no dia 12 de abril, nas instalações do Fraunhofer Portugal AICOS.

06 maio 2019

Este concurso teve como objetivo distinguir projetos de Investigação e Desenvolvimento que promovam boas práticas de valorização e transferência do conhecimento na área das TICs, desenvolvidos por entidades do Sistema Científico e Tecnológico nacional, em parceria com empresas. Pretende-se, por um lado, que estes trabalhos contribuam positivamente para o impacto na qualidade de vida dos cidadãos e, por outro, tenham por base investigação de utilidade prática.

Às instituições premiadas foram atribuídos reconhecimentos financeiros no valor de 6500€, 3000€ e 1400€, para o 1º, 2º e 3º prémios, respetivamente, com o propósito de apoiar as iniciativas de transferência para o mercado dos resultados do projeto. A competição incluiu uma breve apresentação do projeto, para dar a conhecer os resultados e as boas práticas promovidas para transferência da tecnologia a um painel de jurados que, após uma avaliação conjunta, atribuiu os três primeiros lugares entre os cinco finalistas.

Com uma solução que garante comunicações de banda larga em zonas costeiras e na vizinhança dos portos do Continente e Ilhas, o projeto MareCom funciona como uma alternativa a comunicações via satélite e às tecnologias VHF ainda hoje utilizadas, auxiliando as comunidades que operam em ambiente marítimo, tais como a Marinha, as frotas de pesca e os transportes marítimos. Dessa forma, através do acesso a novos serviços e aplicações, é possível aumentar a sua inclusão digital, os níveis de bem-estar a bordo e a eficiência e eficácia operacionais.

 

Créditos imagem: Fraunhofer Portugal.