Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
Artigo

Novo software ajuda treinadores a tomar decisões

Investigadores do Creativelab - CIDESD (Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano), e do INESC TEC estão a desenvolver um software de processamento e visualização que, de uma forma fácil, permita analisar variáveis de rendimento tático coletivo, desenvolvidas a partir da localização dos jogadores.

28 fevereiro 2018

Designada Swish, esta interação entre engenharia e ciências do desporto tem permitido transformar grandes volumes de dados em relatórios importantes para ajudar os treinadores nas suas decisões diárias. Hugo Paredes, André Sousa, Arsénio Reis, João Barroso, investigadores do Centro de Sistemas de Informação e de Computação Gráfica (CSIG) do INESC TEC, e Jaime Sampaio, Bruno Gonçalves, Nuno Leite e Nuno Lopes são os responsáveis por este trabalho.

Trata-se de uma iniciativa que decorre no âmbito do projeto NanoSTIMA: Macro-to-Nano Human Sensing: Towards Integrated Multimodal Health Monitoring and Analytics, um projeto promovido pelo INESC TEC, em parceria com o CIDESD, o CINTESIS (Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde) e o IT (Instituto de Telecomunicações), que antecipa a disponibilização de sensores vestíveis, ou mesmo implantáveis, de dimensões cada vez mais reduzidas (nano).

Pretende-se assim passar do atual paradigma de cuidados de saúde (onde a cirurgia é o expoente máximo) para uma medicina preventiva e exercício físico terapêutico, onde se atua o mais cedo possível, por forma a melhor gerir o bem-estar e problemas de saúde da população.

cidesd

Organizado em cinco linhas de investigação (novas tecnologias de sensores, dados do paciente, registo eletrónico de saúde seguro, análise de dados e decisão e finalmente extração de conhecimento), o projeto coloca o enfoque no desenvolvimento de competências científicas entre os seus parceiros, para que seja possível enfrentar as dificuldades que esta revolução vai colocar no futuro ao setor da saúde.

Com mais de 120 investigadores, o CIDESD resulta de um consórcio de 10 instituições nacionais de Ensino Superior: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Desporto de Rio Maior – Instituto Politécnico de Santarém, Universidade da Beira Interior, Instituto Universitário da Maia, Universidade da Madeira, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Instituto Politécnico de Viseu, Universidade de Évora, Instituto Politécnico de Viana do Castelo e Instituto Politécnico da Guarda.

Os investigadores do INESC TEC mencionados na notícia têm vínculo à UTAD.