Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
Artigo

Robótica Marinha leva projeto a convenção internacional

Os investigadores André Dias e o Guilherme Amaral, do Centro de Robótica e Sistemas Autónomos (CRAS) do INESC TEC, estiveram presentes no BioMarine 2018, um evento anual que tem como objetivo promover oportunidades de negócio e o desenvolvimento de investimentos na área da biotecnologia azul e dos novos recursos marinhos.

05 novembro 2018

A BioMarine 2018 - International BioMarine Business Convention, decorreu entre os dias 2 e 4 de outubro, este ano em Portugal, no Centro de Congressos do Estoril, em Cascais. Trata-se de um evento organizado pela comunidade designada BioMarine, a maior rede internacional em termos de parcerias na área do mar que engloba indústrias e centros de investigação.

A convenção de negócios BioMarine é uma plataforma dedicada aos biorecursos marinhos direcionada para otimizar e acelerar oportunidades de negócio e o desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas (PME) inovadoras.

A presença do INESC TEC aconteceu no âmbito do projeto SpilLess, que desta forma contribui para a afirmação internacional do trabalho desenvolvido no âmbito da economia azul, em particular da biotecnologia marinha.

O projeto europeu SpilLess - First-line response to oil spills based on native microorganism cooperation - consiste em utilizar microrganismos nativos que degradam o petróleo no mar, proveniente, por exemplo, de derrames de petróleo associados a acidentes com navios, plataformas de petróleo, portos ou outros complexos industriais. Neste projeto são adaptados veículos robóticos não tripulados como robôs de superfície, aéreos e submarinos, responsáveis por transportar e libertar os microrganismos nas áreas afetadas de forma autónoma e eficiente.

 

Os investigadores mencionados na notícia têm vínculo ao P.Porto-ISEP.