Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

Projeto SOOGREEN distinguido em Valência

O projeto SOOGREEN, desenvolvido com a colaboração do Centro de Telecomunicações e Multimédia (CTM) do INESC TEC, foi distinguido com o prémio CELTIC Excellence Award, um prémio que pretende destacar projetos pela excelência nas áreas das tecnologias de rede, aplicações e multimédia. 

02 julho 2019

O SOOGREEN terminou em novembro de 2018 e teve como objetivos reduzir o consumo de energia dos serviços e melhorar as arquiteturas das redes móveis, aproveitando as redes inteligentes e utilizando uma abordagem holística ao nível dos componentes da rede, arquitetura, gestão e controlo.

Com o mote “Service-Oriented Optimization of Green Mobile Networks”, o projeto alcançou excelentes resultados na área de eficiência energética nas redes sem fios e na redução de emissões de gases do efeito estufa, tendo tido um impacto ambiental, económico e social. Um dos resultados relevantes foi a redução de até 50% do consumo energético das redes Wi-Fi, que atualmente transportam 80% do tráfego de acesso móvel à internet.

Com um financiamento de 7793 k€ e coordenado pela empresa francesa Orange SA, este projeto contou com a colaboração de 16 parceiros de cinco países diferentes. Em Portugal, foram parceiros deste projeto o INESC TEC e a empresa Eurico Ferreira. A equipa do INESC TEC envolvida neste projeto contou com José Ruela, Nuno Almeida, Paulo Silva, Rui Campos, Saravanan Kandasamy e Tiago Oliveira.

De referir ainda que a cerimónia de entrega dos prémios decorreu no dia 19 de junho, em Valência, no âmbito do evento CELTIC 2019, que este ano foi co-localizado com a European Conference on Networks and Communicaitons (EuCNC) e que o INESC TEC vai organizar em 2021. Os prémios foram entregues aos representantes e coordenadores dos projetos vencedores pela Presidente da CELTIC, bem como pela autoridade pública nacional do país coordenador do projeto.

 

Os investigadores mencionados na notícia têm vínculo ao INESC TEC e à UP-FEUP.