Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
Artigo

Projeto INESC TEC é vencedor de competição internacional de gamificação

O projeto europeu BEACONING - Breaking Educational Barriers with Contextualised, Pervasive and Gameful Learning, que conta com a participação do INESC TEC através do Centro de Sistemas de Informação e de Computação Gráfica (CSIG), foi o grande vencedor dos “Gamification Software Award”. Esta competição tem como objetivo reconhecer projetos disruptivos na área da gamificação.

10 fevereiro 2020

O projeto BEACONING, com início a 01 de janeiro de 2016, desenvolveu uma plataforma que tem como objetivo “romper” algumas das barreiras do sistema atual de ensino, com a criação de uma comunidade colaborativa e multidisciplinar. A aprendizagem pode assim ser realizada “em qualquer lugar e em qualquer momento”, através de jogos pervasivos, com desafios pedagógicos, que estimulam a aprendizagem sem paredes nem campainhas escolares.

António Coelho, investigador e responsável pelo projeto no INESC TEC acrescenta que “nesta comunidade os jogos são criados por empresas de desenvolvimento de jogos digitais, que depois são utilizados pelos professores para envolver os seus estudantes em percursos de aprendizagem mais cativantes. Estas atividades adaptam-se às necessidades individuais dos estudantes e fornecem métricas de aprendizagem eficazes, tanto aos professores como aos próprios estudantes”.

Este sistema inclusivo, que junta professores, alunos e encarregados de educação, foi o vencedor da competição “Gamification Software Award”, que celebra anualmente os principais projetos e aplicações desenvolvidos na área de gamificação.

“Um projeto fantástico que se traduz numa importante plataforma para educadores” foi um dos comentários do júri do concurso, que justificou a vitória do projeto BEACONING entre outros projetos internacionais. “Gosto muito deste projeto, pois tem um objetivo muito bem traçado. O ensino de conteúdos não é atualizado há anos. As crianças não valorizam o conhecimento, nem a forma como lhes é transmitido. O recurso à gamificação para alterar os padrões educativos nas escolas é algo único”, acrescenta Mac Karlekar, outro membro do júri.

António Coelho, Ademar Aguiar, Augusto Sousa, Rui Rodrigues, Leonel Morgado, João Barroso, Hugo Paredes, Tânia Rocha, Pedro Cardoso, João Jacob e João Faria são os nomes dos investigadores envolvidos neste projeto, que contou com o INESC TEC no desenvolvimento da ferramenta de autoria das atividades ludificadas, direcionada para os professores, bem como pela acessibilidade das mesmas, garantindo a inclusão de todos os estudantes e docentes.

O projeto BEACONING, financiado pelo programa de investigação europeu Horizonte 2020, é composto por um total 15 organizações de nove países europeus. Coordenado pela Coventry University (Reino Unido), participaram no projeto o INESC TEC (Portugal), Herriot-Watt University e Hands Free Computing (Reino Unido), Playsoft, Succubus e ORT (França), BIBA Institute (Alemanha), Imaginary (Itália), Ifinity (Polónia), Siveco e ATS (Roménia), Universidade Complutense de Madrid e Geomotion (Espanha) e Sebit (Turquia).

Mais informações em: http://beaconing.eu.

Os investigadores mencionados na notícia têm vínculo ao INESC TEC, à UP-FEUP, UP- FBAUP, AAUAb e UTAD.