Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
Artigo

Projeto com solução para derrames de petróleo no mar ganha prémio europeu

O projeto SpilLess, desenvolvido com a colaboração do Centro de Robótica e Sistemas Autónomos (CRAS) do INESC TEC, ganhou o “3rd Atlantic Project Award 2018”, um prémio que pretende destacar trabalhos, de âmbitos regional, nacional ou internacional, integrados na estratégia da Comissão Europeia para o Atlântico, que de alguma forma contribuíram para impulsionar a “economia azul” e preservar o equilíbrio ambiental e ecológico do oceano Atlântico.

25 outubro 2018

De entre cinco categorias existentes, o SpilLess ganhou na categoria “Promote entrepreneurship and inovation”. Ao promover o contacto com stakeholders, e abrir caminho para novas parcerias, este reconhecimento permite dar mais visibilidade ao projeto a nível internacional, impulsionando-o para o mercado da economia azul.

O projeto europeu SpilLess - First-line response to oil spills based on native microorganism cooperation - consiste em utilizar microrganismos nativos que degradam o petróleo no mar, para combater derrames de petróleo associados a acidentes com navios, plataformas de petróleo, portos ou outros complexos industriais. Neste projeto são adaptados veículos robóticos não tripulados como robôs de superfície, aéreos e submarinos, responsáveis por transportar e libertar os microrganismos nas áreas afetadas de forma autónoma e eficiente.

Trata-se de uma solução que pode ser usada como primeira resposta a essas ocorrências, actuando de forma rápida e eficiente, em condições meteorológicas severas e com baixa intervenção humana.

Coordenado pelo Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) da U. Porto, este projeto tem a duração de 24 meses e é financiado pela União Europeia, através do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP). Além do CIIMAR e do INESC TEC, reúne em consórcio a Universidade de Vigo e as empresas ACSM, Biotrend e MARLO.

O prémio foi entregue no dia 23 de outubro na conferência Atlantic Stakeholder Platform (ASPC) 2018, que teve lugar em Vigo.