Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
Artigo

INESC TEC termina projeto europeu sobre manutenção industrial preditiva

O Centro de Engenharia de Sistemas Empresariais (CESE) do INESC TEC terminou este mês o projeto MANTIS: Cyber Physical System based Proactive Collaborative Maintenance, que envolveu 47 parceiros distributivos por 11 países europeus durante três anos (liderado por Mondragon Goi Eskola Politeknikoa J.M.A. S.Coop.).

10 outubro 2018

O objetivo deste projeto é conceber, desenvolver e ensaiar uma plataforma de manutenção preditiva que abrange várias áreas: máquinas industriais, veículos e energias renováveis. O CESE participou na tarefas de manutenção preditiva (seleção e ensaios de modelos preditivos), que incluíram: identificação das causas das falhas (Root Cause Analysis), previsão de falhas (Remaining Useful Life estimation), deteção de falhas (Anomaly detection) e otimização de planos de manutenção.  Os modelos foram aplicados às quinadoras do parceiro ADIRA e a uma bomba de injeção da BOSCH.

No caso de uso da ADIRA, o INESC TEC colaborou também com os seguintes parceiros: Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), Instituto de Desenvolvimento das Novas Tecnologias (UNINOVA), Jožef Stefan Institute (JSI) e XLab Razvoj Programske Opreme In Svetovanje (XLAB).

Participaram neste projeto investigadores de vários centros do INESC TEC, nomeadamente Hugo Ferreira (gestão e investigação), Carlos Soares (investigação) e Cláudio Sá, do CESE; Catarina Félix, do Laboratório de Inteligência Artificial e Apoio à Decisão (LIAAD); Mohammad Nozari, do Centro de Sistemas de Computação Avançada (CRACS), e ainda Fábio Pinto e João Correia Pinto.

Mais info AQUI.

 

Os investigadores do INESC TEC mencionados na notícia têm vínculo ao INESC TEC e à UP-FEUP.