Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
Artigo

INESC TEC participa pela primeira vez na European Utility Week 18

O INESC TEC participou pela primeira vez, com stand próprio, no maior evento Europeu do setor elétrico, a European Utility Week (EUW) 2018, que se realizou em Viena (Áustria) de 6 a 8 de novembro.

05 dezembro 2018

Inserido no Pavilhão de Portugal (promovido pelo EnergyIN), o stand do INESC TEC, apresentou um conjunto de tecnologias associadas ao TEC4ENERGY, a iniciativa da instituição para dar resposta aos grandes desafios existentes no setor energético. Foram também apresentados os vários clusters de competência científica do INESC TEC, salientando-se a multidisciplinaridade e a capacidade de gerar inovação de base científica, substanciada pelas parcerias de sucesso com a indústria. Foi ainda destacado o SGEV – Smart Grids and Electric Vehicles Laboratory – a infraestrutura laboratorial que dá suporte não só à investigação aplicada do INESC TEC mas também aos fabricantes de componentes elétricos.

Luís Seca, membro do Conselho de Administração do INESC TEC, e um dos representantes da instituição no evento, salienta a “aposta estratégica na internacionalização das competências do INESC TEC, na perspetiva de angariação de mais parcerias, mas também na identificação dos desafios do mercado a médio prazo que irão suportar a estratégia de investigação da instituição”. A EUW recebe todos os anos mais de 13 mil profissionais ligados à área de energia, pertencentes a mais de 100 países, com uma representação de cerca de 2 mil utilities e de 600 expositores.

Representaram também o INESC TEC neste evento Ricardo Bessa, coordenador adjunto do Centro de Sistemas de Energia (CPES) e que foi um dos oradores nas hub sessions organizadas pela EUW18, Filipe Ribeiro, coordenador adjunto do Centro de Telecomunicações e Multimédia (CTM), e Clara Gouveia e Luís Miguel Miranda, investigadores seniores do CPES.

As tecnologias apresentadas no TEC4ENERGY

Foram sete as tecnologias que marcaram presença no stand do INESC TEC – um drone para inspeção de ativos elétricos, uma plataforma para induzir comportamentos para o aumento da eficiência energética e o respetivo sensor para medir os níveis de conforto num edifício (e.g. temperatura, CO2), um sistema de gestão de energia doméstica, um inversor inteligente para painéis solares fotovoltaicos e armazenamento de energia, uma solução de comunicações wireless de longo alcance para alto mar, um contador elétrico inteligente com comunicações sem fios para monitorização em tempo real e uma sonda ótica para medição de corrente elétrica.

O drone presente na EUW18 foi desenvolvido pelo Centro de Robótica e Sistemas Autónomos (CRAS) para a EDP Labelec e destina-se a inspecionar e monitorizar ativos na rede de forma autónoma. O caráter disruptivo desta solução assenta nas competências científicas da instituição, nomeadamente a robótica autónoma, que utilizou a fusão de sensores, integração de sistemas, navegação e controlo e perceção para criar um protótipo do que pode vir a ser uma solução com um enorme impacto no mercado.

A plataforma de “gamificação” e o sensor de medição de variáveis indicadoras de conforto estão a ser desenvolvidos em parceria pelo Centro de Sistemas de Energia e o Centro de Sistemas de Informação e de Computação Gráfica (CSIG) no âmbito do projeto europeu FEEdBACk. Este projeto reúne um consórcio de oito parceiros internacionais e é liderado pelo INESC TEC. A solução versa sobre as áreas da eficiência energética, casas e edifícios inteligentes e previsão comportamental, sendo o seu desenvolvimento ancorado nas competências científicas do INESC TEC nas áreas de desenho de interface humano/máquina, sensores, ciências comportamentais e data science.

O sistema de gestão de energia doméstica, ou na versão anglo-saxónica Home Energy Management System (HEMS), foi desenvolvido inicialmente no âmbito do projeto europeu AnyPLACE, também liderado pelo INESC TEC, e tem vindo a ser otimizado no âmbito de outro projeto europeu, InteGrid, com coordenação técnica também a cargo da instituição. Este sistema, criado pelos investigadores do CPES, permite a gestão otimizada dos consumos elétricos de habitações, tendo em consideração o menor custo e o maior aproveitamento de recursos renováveis existentes, tendo sempre em consideração as preferências dos utilizadores.

O inversor inteligente para painéis solares fotovoltaicos e armazenamento de energia, também apresentado, é um dispositivo que garante a integração de painéis solares e baterias nas redes elétricas, mas, ao contrário das soluções existentes no mercado, é capaz de reagir de forma autónoma à disponibilidade dos recursos e às condições da rede elétrica, tornando-se num ativo importante da chamada Rede Elétrica Inteligente ou SmartGrid. Estes inversores têm sido testados no âmbito de alguns projetos europeus, sendo de destacar o projeto europeu SENSIBLE, onde depois de testados de forma exaustiva em ambiente laboratorial, estão inseridos num demonstrador real na freguesia de Valverde, em Évora.

A solução de comunicações sem fios apresentada no evento foi desenvolvida pelo CTM no âmbito do projeto MARECOM e tem como objetivo disponibilizar Internet de banda larga em alto mar, constituindo-se como uma alternativa às comunicações via satélite hoje utilizadas. Entre as principais inovações desta tecnologia estão o débito binário (superior a 10 Mbps), muito acima dos valores típicos das comunicações via satélite, e a baixa latência das comunicações offshore.

Também desenvolvido pelo CTM foi o contador inteligente com comunicação wireless, para monitorização das redes elétricas em tempo real. Estes módulos de contagem podem ter aplicação em infraestruturas de metering avançadas, telemetria, vigilância e automação, sendo as competências no domínio das redes sem fios associadas ao CTM vitais ao seu desenvolvimento.

A sonda ótica para medição de corrente foi desenvolvida pelo Centro de Fotónica Aplicada (CAP) do INESC TEC no âmbito de uma parceria internacional, tendo aplicação num operador de rede elétrica brasileiro. Trata-se de uma sonda com baixo custo, compacta, leve para medição de corrente de forma não intrusiva em sistemas de distribuição de energia elétrica.

EUW

A participação do INESC TEC nas hub sessions

Foi no dia 7 de novembro que, subordinado ao tema digitalização e no âmbito do projeto Europeu InteGrid, Ricardo Bessa fez uma apresentação na hub session intitulada “Consumption Data as Driver for New Business Models”.

Através do mote “Energy Analytics for Smart Grids and Flexibility Management”, foram abordados vários aspetos, tais como a melhoria de monitorização em tempo real das redes elétricas de baixa tensão através da exploração dos dados dos contadores elétricos, modelização da flexibilidade de processos de águas residuais para resposta à procura de emergência e previsão da flexibilidade multi-temporal de consumidores domésticos.

A EUW representa, sobretudo, uma plataforma para interagir com profissionais da área de sistemas de energia, estimulando assim o aparecimento de novos desafios e a criação de novas parceiras que conduzirão, naturalmente, ao nascimento de novos projetos.

 

Os investigadores do INESC TEC referidos nesta notícia têm vínculo ao INESC TEC.