Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

INESC TEC organiza evento para debater soluções inovadoras para a gestão florestal

Debater soluções inovadoras de curto, médio e longo prazos para a limpeza florestal foi o principal objetivo do workshop BIOTECFOR - Máquinas e Alfaias Florestais, que decorreu no passado dia 13 de março, no auditório do WOW – Work On Wood.

25 março 2019

Organizada pelo INESC TEC, esta iniciativa juntou Portugal e Galiza, e contou com a presença de fabricantes de alfaias e de maquinaria florestal, prestadores de serviços florestais e associações do setor, com o objetivo de promover a inovação nas máquinas e alfaias florestais.

De acordo com declarações de Filipe Neves dos Santos, um dos responsáveis pela organização deste evento, “a equipa do INESC TEC que participa no projeto BIOTECFOR ambiciona promover a inovação das alfaias/máquinas florestais junto das indústrias de alfaias Portuguesas, no sentido de melhorar a gestão florestal e aumentar competitividade dos prestadores de serviços florestais e fabricantes nacionais. Partindo desta ambição e resultados preliminares, juntamos os prestadores de serviços florestais a fabricantes com o objetivo de debater as prioridades da inovação ao nível das máquinas e florestais e a melhor estratégia para o fomento desta inovação”.

Os cerca de 50 participantes tiveram a oportunidade de assistir a apresentações sobre as necessidades e desejos de inovação nas máquinas e alfaias, dedicadas à limpeza florestal e recolha de biomassa, no sentido de avaliar o desenvolvimento de ferramentas e tecnologias inovadoras para novos aproveitamentos e valorização dos recursos florestais, bem como uma gestão sustentável dos espaços florestais, induzindo a uma maior rentabilidade da atividade florestal e uma diminuição dos riscos de incêndio associados.

Apresentação José Carlos Caldeira

Necessidades, desejos e soluções

Depois das sessões de boas vindas pela organização e pelos anfitriões, os trabalhos arrancaram com a apresentação do projeto BIOTECFOR, que esteve a cargo de Luís Braga da Cruz, da Forestis; Francisco Dans, da Associação Florestal da Galiza (AFG); e dos investigadores do INESC TEC Jorge Cunha e Filipe Neves do Santos, colaboradores respetivamente do Centro de Engenharia de Sistemas Empresariais (CESE) e do Centro de Robótica Industrial e Sistemas Inteligentes (CRIIS).

De seguida, e para dar a conhecer as “Necessidades e Desejos dos prestadores de serviços florestais”, foi convidado a participar Pedro Serra Ramos, da Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente (ANEFA), que focou a sua apresentação no tema da Biomassa e em duas soluções principais, a incorporação ou a recolha e tratamento.

Por outro lado, e complementando esta perspetiva, foi possível conhecer algumas “Soluções dos fabricantes”, dadas a conhecer pelas empresas Cutplant, Herculano, Forestcorte, Agriduarte, Seppi e Fravizel, que em comum realçaram o facto de cada vez mais as soluções terem de ser únicas e individualizadas, procurando uma adaptação da tecnologia à realidade do cliente e não o contrário.

Antes do debate final, houve ainda oportunidade para apreender informação sobre “Fontes de financiamentos e Roteiros de inovação”, apresentada pelo Serviço de Apoio à Angariação de Financiamentos (SAAF) do INESC TEC, com especial destaque para programas no âmbito do Portugal 2020, do INTERREG Portugal-Espanha, do INTERREG Sudoé e do Horizonte 2020. 

O Projeto BIOTECFOR

O Projeto BIOTECFOR - Bionegócios e tecnologia para a valorização eficiente dos recursos florestais endógenos no Norte de Portugal e Galiza, visa aumentar os níveis de eficiência na utilização dos recursos florestais, através da aplicação de Sistemas Robóticos Inteligentes na sua recolha e processamento, bem como na busca de aplicações para novos materiais, contribuindo para o desenvolvimento da bioeconomia e da economia circular no espaço transfronteiriço de cooperação Galiza – Norte de Portugal. Um protótipo desse robô esteve também em exposição durante o workshop.

A parceria é liderada pela Forestis – Associação Florestal de Portugal, e tem como parceiros o INESC TEC, a AFG - Associación Forestal de Galicia e o CTAG - Centro Tecnológico de Automação da Galiza.

protótipo biotecfor

Inovação nos sectores Agrícola, Agroalimentar e Florestal

O BIOTECFOR é um dos projetos desenvolvidos pelo INESC TEC no âmbito de uma das suas áreas de inovação designada por TEC4AGRO-FOOD, que tem como objetivo desenvolver e alavancar a investigação e a tecnologia no Agro-Alimentar e Floresta, de forma a ir ao encontro das necessidades e expectativas dos utilizadores finais, colaborando com “Tomadores de Tecnologia” capazes de “endogeneizar” as tecnologias e criar produtos e serviços inovadores.

Nos setores Agrícola e Florestal, o foco dirige-se para tecnologia para agricultura e floresta de precisão, enquanto no setor Agroalimentar, a importância baseia-se em tecnologia para a Indústria Agroalimentar 4.0.

O TEC4AGRO-FOOD reúne equipas de diferentes áreas do INESC TEC e parceiros externos, em torno de um conjunto de linhas de investigação, com o propósito de, através de uma visão estruturada destas áreas, desenvolver respostas inovadoras a desafios reais.

 

Os investigadores do INESC TEC mencionados na notícia têm vínculo ao INESC TEC.