Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
Artigo

INESC TEC compete pela eficiência energética

O projeto europeu GReSBAS vai, a partir de janeiro de 2019, colocar portugueses e turcos a competir pela eficiência energética.

02 janeiro 2019

A competição vai estar inserida na aplicação móvel e para computador desenvolvida no âmbito do projeto. Esta competição entre Portugal e Turquia vai, numa fase inicial, ser feita apenas entre um dos andares do edificio INESC TEC e três casas em Istambul (Turquia), visto que são as áreas de demonstração do projeto.

Como vai funcionar competição internacional? Todas as semanas vão ser lançados dois desafios para que todos aqueles que se encontram nas áreas de demonstração do GReSBAS melhorem o seu desempenho energético. Comportamentos energeticamente mais eficientes fazem com que os “jogadores” marquem golos.

Entre os desafios que vão estar neste campo de futebol imaginário de cerca de 4 mil quilómetros, estão objetivos como desligar 50% dos computadores durante a noite ou desligar as luzes durante a hora de almoço.
Cada meta atingida corresponde a um golo, sendo que o grau de exigência vai aumentando ao longo dos oito jogos do campeonato, que decorrerá durante quatro semanas. A aplicação permite perceber quão longe ou perto os jogadores estão de chegar à baliza adversária e de tentar marcar um golo.

Para estimular ainda mais a opção por comportamentos sustentáveis do ponto de vista energético, ao longo dos jogos, os utilizadores vão receber mensagens com os resultados dos jogos e anunciando o desafio seguinte.

“No final, independentemente do país vencedor, ganhamos todos. No caso do específico do INESC TEC, acreditamos que iniciativas como esta trazem benefícios à instituição, não só financeiros, como também ambientais e sociais! Estamos a promover o trabalho de grupo em prol do Instituto. É o que qualquer organização deseja”, refere o investigador sénior do Centro de Sistemas de Energia (CPES) Joel Soares.

O projeto GReSBAS é constituído por um consórcio de três entidades, pertencentes a dois países – INESC TEC, de Portugal, ITU (Istanbul Technical University) (ITU) e MAKEL, da Turquia – e tem como objetivo promover a eficiência energética dos edifícios através de técnicas de ludificação (uso de elementos e técnicas características de jogos em situações do mundo real).

O projeto, que teve início em abril de 2016, é financiado pela TUBITAK e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), no âmbito do programa quadro ERA-Net Smart Grids Plus Initiative, e tem final previsto para 2019.

Mais informações sobre o projeto podem ser encontradas em: http://gresbas.eu/gresbas-site/en/.

 

O investigador mencionado na notícia tem vínculo ao INESC TEC.