Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
STAYAWAY COVID

App STAYAWAY COVID – Aplicação móvel para rastreio de contágio por COVID-19

STAYAWAY COVID é um sistema que, com participação voluntária da população, vai auxiliar o país no rastreio da COVID-19. A aplicação móvel, para iOS e Android, estará disponível gratuitamente.

A aplicação STAYAWAY COVID instalada no telemóvel, deteta a proximidade física entre smartphones e informa os utilizadores que estiveram no mesmo espaço de alguém infetado com o novo coronavírus, nos últimos 14 dias. Esta informação permite, rápida e atempadamente, um pedido de diagnóstico da infeção, mesmo antes da ocorrência de qualquer sintoma.

Se um utilizador for diagnosticado com COVID-19 e autorizar, os códigos que difundiu nos últimos 14 dias são partilhados publicamente num servidor oficial. Deste modo, a aplicação ajuda outros, alertando-os para a proximidade com portadores do vírus. Isto é feito sem nunca ser revelada a identidade dos cidadãos em causa. 

Desta forma, a STAYAWAY COVID permite, de forma simples e totalmente segura, que cada um dos cidadãos seja informado sobre a possibilidade de contágio, tendo em conta a monitorização de contactos anteriores. Se todos usarem a aplicação, esta será um auxiliar precioso e determinante para conter a progressão da COVID-19, numa altura em que ainda não se conhece uma vacina. 

Uma iniciativa INCoDe.2030 com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Entidades

  • INESC TEC;
  • Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP);
  • Keyruptive;
  • Ubirider.

Notícias

BIP | INESC TEC desenvolve aplicação móvel para rastreio de contágio por COVID-19
Jornal de Notícias
| Aplicação alerta quem esteve a dois metros de infetado por 15 minutos
SIC | Tecnologia pode ajudar a detetar focos de contágio
TVI | Está a ser desenvolvida app para saber quem esteve com um doente de COVID-19
Observador | Tudo o que já se sabe sobre as apps portuguesas para rastrear contactos
Visão | Vem aí a Grande Irmã
Público | De uso voluntário, com beeps, por Bluetooth: como será a app para rastrear contágios de covid-19 em Portugal

Website

https://stayaway.inesctec.pt/

Contactos 

info@inesctec.pt 

Ventilador PNEUMA

Ventilador de emergência PNEUMA

PNEUMA é um ventilador alternativo com recurso a balão auto-insuflável, de baixo custo e fácil montagem, apresentando-se como uma solução de último recurso para ventilar doentes com dificuldades respiratórias. Este ventilador de campanha agrega e vem potenciar as vantagens reconhecidas pelos profissionais de saúde ao balão auto-insuflável, usado por rotina no contexto clínico, mas é agora adaptado para apoiar os hospitais no combate à pandemia da COVID-19.


Tendo em consideração a escassez de ventiladores no contexto da COVID-19, o INESC TEC, em conjunto com diversos parceiros, tem vindo a desenvolver o PNEUMA, um protótipo de um ventilador de campanha, de baixo custo e fácil montagem, que permita uma resposta às seguintes solicitações:

  • Apoio temporário em hospitais de segunda e terceira linha:

Doentes que aguardam transferência para hospitais centrais, incluindo não só doentes com COVID-19.

  • Cenário de escassez moderada de ventiladores:

Alternativa para ventilação invasiva transitória em doentes com insuficiência respiratória que exija controlo de volume e frequência respiratória;

Libertação de ventiladores para casos que requeiram monitorização fina de parâmetros – pressão exercida, rácio de tempo inspiração/expiração e outros.

  • Cenário de escassez aguda de ventiladores:

Alternativa possível em caso de falta absoluta de ventiladores.


Este ventilador está a ser desenvolvido pro bono e os resultados obtidos serão propriedade intelectual aberta. O objetivo é permitir a produção deste modelo em qualquer país do mundo.

 

Entidades

Coordenação

INESC TEC com o apoio da FEUP – Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Parceiros

IEP – Instituto Electrotécnico Português; INEGI – Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial.

Articulação com ARS Norte.

Reporte de informação ao INFARMED.

Apoio em testes de validação e usabilidade FMUP/CHUSJ e ICBAS/CHUP – Faculdade de Medicina da Universidade do Porto/Centro Hospitalar Universitário de São João e Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar/Centro Hospitalar Universitário do Porto.
Consultores, apoios, participações a nível pessoal

Apoios financeiro, em espécie e institucional
BotnRoll 
SELT
AIMMAP – Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal

 

Notícias
Jornal Económico | Indústria de metal nacional aposta na produção e doação de ventiladores
RTP | Faculdade de Engenharia do Porto desenvolveu ventilador de emergência
Exame Informática | Pneuma: Universidade do Porto prepara produção de ventilador de baixo custo
Sábado | Covid-19: Especialistas do Porto desenvolvem ventilador para apoiar hospitais portugueses
Público | Ventiladores made in Portugal em contra-relógio no combate à covid-19
BIP INESC TEC Magazine |
INESC TEC desenvolve ventilador de pandemia para apoiar hospitais portugueses


Ver mais notícias

 

Website

https://pneuma.inesctec.pt/

 

Contactos
pneuma@inesctec.pt

Diários de uma Pandemia

Diários de uma pandemia

“Diários de uma pandemia” é um estudo que convida os cidadãos a responderem diariamente a um conjunto de perguntas, com o objetivo de compreender a evolução da vida dos Portugueses, ao longo da pandemia de COVID-19.


Compreender a dinâmica da adaptação dos cidadãos à pandemia de COVID-19 em Portugal é o objetivo desta investigação que teve início no dia 23 de março de 2020. Para tal, pede-se aos cidadãos que respondam, diariamente, a um breve conjunto de questões disponibilizadas online (o tempo de preenchimento ronda os 5-10 minutos).  As perguntas visam, medir, por exemplo, as interações sociais das pessoas e a utilização de serviços de saúde e comerciais, assim como a ocorrência de sintomas e de doença confirmada, durante o curso da epidemia de COVID-19, em Portugal.

Para além das respostas aos questionários a única informação solicitada é um endereço de e-mail, para fins de registo e receção dos lembretes diários. Após o registo, cada utilizador receberá diariamente um lembrete a pedir que responda ao mesmo conjunto de perguntas, sempre sobre as 24 horas anteriores. Uma vez por semana, é solicitado que cada participante responda também a um conjunto de questões sobre o seu bem-estar no contexto da atual epidemia.

 

Entidades

Coordenação

Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) 

Parceiros

INESC TEC e jornal Público

 

Notícias

PÚBLICO | ISPUP, INESC TEC e PÚBLICO lançam "Diários de uma Pandemia"

Expresso Online | Instituto da UPorto lança 'diários' para compreender adaptação ao surto

TSF Online | Inquérito indica que se fazem 6 novos testes diários por cada mil pessoas

Observador | Estudo do ISPUP revela que um terço dos inquiridos sente frustração por não cumprir rotinas

Visão Online | Covid-19: Um terço dos inquiridos sente frustração por não cumprir rotinas – estudo ISPUP

RTP- Bom dia Portugal| Comentário de Felisbela Lopes

 

Website

https://diariosdeumapandemia.inesctec.pt/

 

Contactos

comunicacao@ispup.up.pt
info@inesctec.pt

Estudo “Medir o Iceberg”

Estudo "Medir o Icebergue"

Uma equipa internacional de investigadores, onde se incluem os portugueses Carlos Baquero (INESC TEC/UMinho) e Raquel Menezes (UMinho), está a estimar o número de casos reais com sintomas de COVID-19 e a sua evolução em 11 países, tendo por base uma sondagem aberta online partilhada nas redes sociais.


Neste estudo, designado “Medir o Iceberg”, qualquer pessoa pode aceder ao inquérito, que está disponível online, e só tem de responder a duas questões: quantas pessoas conhece na sua área geográfica e quantas destas apresentam sintomas compatíveis com COVID-19 (ou foram diagnosticadas com esta doença)?

Os dados são depois tratados e processados para eliminar respostas com valores discrepantes, usando técnicas estatísticas. Finalmente, são comparados com outras estimativas, que inferem o número de casos a partir da evolução da mortalidade que é reportada nos dados oficiais e da sua relação com a mortalidade dos casos reportados em Wuhan (cerca de 1.4%), para validar a sua precisão. As principais vantagens deste método são a sua simplicidade, a proximidade com os casos reais e o anonimato.

 

Entidades

Instituição líder: IMDEA Networks, Madrid, Spain

Instituições Portuguesas: Universidade do Minho e INESC TEC

Outras Instituições: University of Washington, USA; U. Kaiserslautern, Germany; University of Trento, Italy; QMUL, UK; Inria Rennes, France; TU Darmstadt, Germany; Panteion University of Social and Political Sciences, Greece; U. Cyprus, Cyprus; USC, USA; Igor Sikorsky Kyiv Polytechnic Institute, Ukraine; EvoLogics, Germany; UC3M, Spain; MIT, USA; Algolysis Ltd, Cyprus; U. Edinburgh, UK; Tokyo University of Agriculture and Technology, Japan; U. Concepción, Chile; Vrije Universiteit Amsterdam, Netherlands

 

 

Notícias

Público Online | Covid-19: Equipa de 11 países (Portugal incluído) lança questionário para saber quem tem sintomas

Renascença Online | "Covidografia" ou "Medir o icebergue". Sucedem-se as plataformas que "fazem contas" à Covid

Jornal de Negócios | Número real de infetados deve ser cinco vezes pior

 

Website

https://coronasurveys.com/

 

Contactos

gcii@reitoria.uminho.pt

info@inesctec.pt

Viseiras de proteção

Viseiras de proteção

No contexto da pandemia de COVID-19, vários investigadores do INESC TEC estão envolvidos na produção de viseiras, que têm sido distribuídas pelos hospitais de São João, Santo António, Gaia-Espinho, Pedro Hispano e centros de saúde da região Norte. Estas viseiras, fabricadas por impressão 3D, servem para a proteção de profissionais de saúde, que combatem a pandemia.


A contribuição do INESC TEC consistiu na otimização dos modelos 3D, na sua impressão e na logística do processo. Antecipando o aumento da escala da iniciativa, o INESC TEC desenvolveu ainda um sistema de informação e apoio à decisão para o planeamento da produção e distribuição dos produtos impressos, os suportes de viseiras e zaragatoas.

 

Entidades

Coordenação
Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (INEGI), Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP),  e Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP)

Parceiros
INESC TEC, estudantes e diversas empresas.

 

Notícias

P3 | A Academia do Porto está a combater a covid-19 com impressoras 3D (e não só)

Notícias ao Minuto | U.Porto e Politécnico criam viseiras para profissionais de saúde

S+ |  Covid-19: U.Porto e Instituto Politécnico criam viseiras para profissionais de saúde da região

INEGI | Já foram doadas mais de 5 mil viseiras de proteção individual impressas em 3D com ajuda do INEGI

U.Porto |  U.Porto mobiliza comunidade para a produção de viseiras de proteção

 

Contactos

comunicacao@inegi.up.pt
noticias@fe.up.pt
gci@isep.ipp.pt