Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
Conteúdo

Resumo

A necessidade de monitorizar estruturas imersas em ambientes marinhos tem impulsionado o desenvolvimento de comunicações subaquáticas fiáveis.

A AURA é uma tecnologia inovadora para a operação de uma antena subaquática, que tem como objetivo melhorar as comunicações sem fios, nomeadamente em ambientes dinâmicos. Ao utilizar uma tecnologia patenteada, automática e de frequência sintonizável, a AURA está apta para ajustar o seu padrão de radiação direcional de forma a otimizar o sinal de rádio emparelhado com outros equipamentos, como por exemplo com veículos submarinos autónomos (AUVs) ou sensores subaquáticos.

Desafio | Oportunidade

Atualmente, as comunicações sem fios subaquáticas baseiam-se em tecnologias acústicas, óticas e de radiofrequência (RF). Enquanto os sistemas acústicos apresentam um fraco desempenho em águas superficiais, os sistemas óticos são muito suscetíveis à turvação e às partículas em suspensão, e precisam de visibilidade e consequente alinhamento preciso.

Os sistemas de RF apresentam várias vantagens em relação aos sistemas acústicos e óticos como por exemplo, a imunidade à turvação da água e a ruídos acústicos, operações fora da linha de visão e grandes larguras de banda (até 100 Mbit/s) a curta distância. Contudo, o padrão de radiação dos sistemas de RF pode ser extremamente afetado pelas condições ambientais, nomeadamente pela salinidade, prejudicando assim as comunicações e a velocidade de transmissão dos dados.

A AURA, que foi desenvolvida no INESC TEC, resolve esta limitação dos sistemas de RF ao ajustar automaticamente a frequência de ressonância da antena, considerando a salinidade envolvente e a posição do aparelho recetor.

Principais Vantagens

  • Maior velocidade de transmissão de dados;
  • Flexibilidade operacional melhorada quer em água doce quer em água do mar

Aplicações

  • Busca e salvamento;
  • Exploração de petróleo no fundo do mar;
  • Mineração e extração no fundo do mar (e.g., compostos orgânicos e biológicos);
  • Turismo;
  • Produção de energia;
  • Construção;
  • Aquicultura.

  • Referência de tecnologia

    16-3137
  • Direitos Comerciais

    Exclusivos
  • Estado de desenvolvimento

    Lab prototype (TRL 3)
  • Outras informações

    <p>US16/329,546</p> <p>EP17772769.0</p> <p><a href="https://worldwide.espacenet.com/publicationDetails/biblio?DB=EPODOC&locale=en_EP&FT=E&CC=AU&NR=2017319594&KC=A1" target="_blank">AU2017319594</a></p> <p><a href="https://worldwide.espacenet.com/publicationDetails/biblio?CC=CA&NR=3033933A1&KC=A1&FT=D&ND=1&date=20180308&DB=EPODOC&locale=en_EP" target="_blank">CA3033933A1</a></p> <p>JP100177426</p>
  • Estado IPR

    Patente pendente
  • Disponibilidade de licenciamento

    Mundial
  • Categorias industriais

    Information and Communication
  • Tags

    Comunicação subaquática, Antena, Redes Marítimas, Salvamento, Internet das coisas
Contatos
SAL
Serviço Apoio ao Licenciamento
Catarina Maia

-

+351 222094000

info.sal@inesctec.pt