Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

INESC TEC estuda possibilidade de participação ativa dos consumidores no mercado da eletricidade

O INESC TEC terminou o projeto FlexAgg, de consultoria para a EDP Comercial, relacionado com a participação de grandes consumidores de energia no mercado de reserva de regulação, no âmbito do projeto-piloto promovido pela Entidade Reguladora dos Serviços de Energia (ERSE). Este piloto vai criar a possibilidade de os consumidores de eletricidade participarem de forma ativa no mercado de eletricidade e serviços de sistema.

14 julho 2020

Os resultados deste projeto-piloto demonstraram o interesse dos grandes consumidores de energia na participação (individual ou agregada) no mercado de reserva de regulação, provando também que é algo exequível.

“O piloto deu novos passos para a criação de um enquadramento regulatório para a integração da flexibilidade do consumo na gestão do sistema elétrico nacional. Esta nova realidade permite a criação de novos modelos de negócio no setor energético e contribui para uma maior integração de produção de base renovável”, explica Ricardo Bessa, coordenador do Centro de Sistemas de Energia (CPES) e responsável por este projeto.

Este projeto tinha como objetivo a quantificação de flexibilidade no consumo de energia elétrica, para consumidores intensivos de energia. Os investigadores do CPES desenvolveram auditorias de flexibilidade e indicadores de desempenho para diferentes indústrias e ainda uma metodologia para estimação estática e dinâmica da flexibilidade do consumo de energia elétrica e valorização económica.

Fizeram parte da equipa que desenvolveu este estudo os investigadores do CPES Ricardo Bessa, David Rua e Leonel Oliveira, bem como Cláudia Abreu e Luís Paulo Cirne, antigos investigadores do mesmo centro.

Os investigadores do INESC TEC mencionados nesta notícia têm vínculo ao INESC TEC.