Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

INESC TEC envolvido em novo projeto europeu para cidades inteligentes

O POCITYF é o novo projeto europeu com colaboração do INESC TEC que visa fornecer uma série de positive energy blocks (PEBs) – um conjunto de pelo menos três edifícios vizinhos que produzem mais energia primária do que a que consomem ao longo de um ano – com o objetivo de promover o bem-estar dos cidadãos.

22 outubro 2019

Para alcançar este objetivo, será utilizado um conjunto de abordagens sustentáveis e orientadas para as populações. A reunião de arranque do projeto decorreu nos dias 9 e 10 de outubro, em Évora.

O projeto POCITYF – Positive Energy CITY Transformation Framework – baseia-se em infraestruturas e serviços urbanos inteligentes, orientados para os utilizadores e para a procura, apoiados por um aumento substancial de energia renovável na sua combinação de energia em sinergia com soluções de mobilidade eletrónica, levando à ampla implantação e à entrada no mercado de distritos de energia positiva.

As cidades em estudo neste projeto são selecionadas a partir de um conjunto de cidades protegidas do ponto de vista cultural e histórico e incluem duas cidades-piloto, Évora (Portugal) e Alkmaar (Holanda), e seis cidades seguidoras, Granada (Espanha), Bari (Ιtália), Celje (Eslovénia), Ujpest (Hungria), Ioannina (Grécia) e Hvidovre (Dinamarca). O desafio é aumentar o nível de inteligência em cidades com possibilidades limitadas para grandes mudanças em termos de infraestruturas e usar soluções centradas no utilizador para uma maior eficiência.

Para este fim, quatro Roteiros de Transição de Energia são definidos de forma a abordar vários aspetos da transição para uma cidade mais inteligente, considerando os edifícios de energia positiva, a flexibilidade da rede, a descarbonização do setor da mobilidade, a mobilidade eletrónica e as estratégias de envolvimento dos cidadãos. Isto conduzirá a um total de 10 soluções integradas para demonstração, compreendendo 73 elementos inovadores individuais (tecnologias, ferramentas, métodos). A demonstração será realizada em 21 complexos de edifícios, cobrindo uma área total de 87 480 m2, com necessidades atuais de energia de 13,25 GWh/ano.

Com a duração de cinco anos, o projeto POCITYF reúne um consórcio de 46 parceiros de 13 países: Portugal, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Grécia, Hungria, Itália, Eslovénia, Espanha, Suíça e Países Baixos. O INESC TEC desempenha várias funções neste projeto, tendo dois dos seus centros envolvidos: o Centro de Engenharia e Gestão Industrial (CEGI) e o Centro de Sistemas de Energia (CPES).

Por um lado, as investigadoras do CEGI Lia Patrício e Luisa Souza Gonçalves são as líderes do work package para o desenvolvimento de atividades de envolvimento de cidadãos e de inovação aberta, sendo que as estratégias propostas serão posteriormente testadas em todas as cidades-piloto e cidades-seguidoras. Por outro lado, a investigadora Nilufar Neyestani e os investigadores David Rua e Luís Miguel Miranda do CPES estão envolvidos no cluster da cidade-piloto portuguesa (Évora) e irão fornecer várias soluções tecnológicas como estações de carregamento para veículos elétricos juntamente com outros apoios à investigação e inovação.

Este projeto recebeu financiamento do programa de investigação e inovação Horizonte 2020 da União Europeia ao abrigo do acordo número 864400.

 

Os investigadores mencionados na notícia têm vínculo ao INESC TEC e à UP FEUP.