Cookies
O website necessita de alguns cookies e outros recursos semelhantes para funcionar. Caso o permita, o INESC TEC irá utilizar cookies para recolher dados sobre as suas visitas, contribuindo, assim, para estatísticas agregadas que permitem melhorar o nosso serviço. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

INESC TEC desenvolve tecnologia para melhorar a qualidade dos serviços de transporte públicos

No âmbito do Projeto opti-MOVES, liderado pelo INESC TEC, foi desenvolvida uma tecnologia que, combinando métodos de diagnóstico e otimização, tem como objetivo contribuir para uma melhor qualidade dos serviços intermodais de transportes públicos urbanos, apoiando o processo de tomada de decisão e a definição de políticas urbanas.

26 janeiro 2022

De acordo com a investigadora do INESC TEC e coordenadora do Projeto, Tânia Fontes, “foi desenvolvida uma arquitetura que recorre a tecnologias de big data para recolher, armazenar e explorar dados, de modo a gerar conhecimento que permite diagnosticar e otimizar a qualidade dos serviços de transporte, designadamente ao nível da equidade, inclusão social e impacto ambiental. Esta arquitetura foi aplicada em vários casos de estudo, nomeadamente em Lisboa, Porto, Rio de Janeiro, Nova Iorque, Melbourne e Londres, sendo que a equipa de investigação demonstrou que é possível, através do trabalho desenvolvido, usar modelos, aplicações e análises para apoiar a gestão do transporte público, nomeadamente ao nível da intermodalidade.”

Os resultados do projeto apoiam a tomada de decisão de operadores de mobilidade e autoridades no planeamento, monitorização e otimização de operações intermodais, além de ajudar na definição de políticas urbanas”, explica Tânia Fontes, investigadora do INESC TEC.

Os trabalhos desenvolvidos no opti-MOVES versam diferentes temáticas, desde a modelação semântica de dados espácio-temporais e desenho de dashboards utilizando técnicas participativas, até à extração de conhecimento de padrões de viagem, identificação de pontos de gargalo, análise da acessibilidade dos meios de transporte e otimização de tempos de viagem usando dados de baixa granularidade e modelos de otimização e aprendizagem automática.

Os resultados do opti-MOVES foram apresentados no workshop final do projeto, que decorreu no final de 2021 (https://optimoves.inesctec.pt/?page_id=1824). Atualmente está a ser preparado um livro com o resumo dos resultados, que se prevê estar disponível no final de fevereiro de 2022.

Este projeto é financiado pelo Programa Compete2020 e Fundação FCT.

A investigadora mencionada na notícia tem vínculo ao INESC TEC e FCT.