Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

INESC TEC contribui para criação de app que fornece apoio psicológico gratuito durante a pandemia

A Psicovida tem como missão apoiar a comunidade nacional, ao assegurar o acesso equitativo e gratuito de intervenção psicológica no atual cenário da pandemia. Trata-se de uma aplicação móvel que coloca utentes a falar diretamente com psicólogos credenciados, através de videochamada, e que disponibiliza também diversas estratégias de autoajuda.

06 outubro 2020

A app está organizada em módulos especializados em função das necessidades específicas dos utentes: stress e ansiedade, perda e luto, idosos e seus familiares, gravidez, apoio na carreira, violência, gestão de dinâmicas e cuidados familiares. A comunicação feita através da plataforma é confidencial e salvaguarda os direitos dos utentes. Esta intervenção em crise é breve e focada na estabilização psicológica imediata, não substituindo uma intervenção psicológica mais aprofundada e regular, caso seja essa a mais apropriada.

“A contribuição do HASLab para este projeto esteve na definição dos requisitos da aplicação e no apoio à gestão do projeto”, explica Jácome Costa, investigador do Haslab e docente no Departamento  de  Informática da  Universidade  do  Minho .

Os psicólogos a colaborar em cada um dos módulos são recrutados de uma bolsa de psicólogos da sociedade civil. Assim, qualquer psicólogo credenciado pode voluntariar-se registando-se na plataforma. Contudo, a garantia de intervenção psicológica empiricamente suportada exige a formação especializada dos psicólogos colaboradores na app. Assim, o psicólogo tem acesso gratuito a um conjunto de materiais de formação disponibilizados pela APsi-UMinho para o efeito, que assegura ainda um conjunto de orientações de intervenção em crise, de acordo com as melhores práticas.

Os psicólogos podem registar-se aqui e os utentes podem descarregar a app para: iOS (iPhone/iPad) ou para Android.

O investigador do INESC TEC mencionado na notícia tem vínculo à UMinho.