Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

INESC TEC apresentou sistemas de produção ciber-físicos para Indústria 4.0 do calçado

O INESC TEC apresentou os trabalhos finais desenvolvidos no âmbito das atividades “Sistemas de Produção Ciber-Físicos Indústria 4.0 para Calçado” e “Plataforma Colaborativa Estendida para a Indústria do Calçado”.  Juntamente com os parceiros no projeto FAMEST, o instituto demonstrou o potencial da integração de tecnologias i4.0 nas operações e acompanhamento da produção do calçado.

21 fevereiro 2020

O INESC TEC apresentou os trabalhos finais desenvolvidos no âmbito das atividades Sistemas de Produção Ciber-Físicos Indústria 4.0 para Calçado e Plataforma Colaborativa Estendida para a Indústria do Calçado.  Juntamente com os parceiros no projeto FAMEST, o instituto demonstrou o potencial da integração de tecnologias i4.0 nas operações e acompanhamento da produção do calçado.

Em causa estão os resultados da participação do Centro de Engenharia de Sistemas Empresariais (CESE) e Centro de Robótica Industrial e Sistemas Inteligentes (CRIIS) no projeto FAMEST – Footwear, Advanced Materials, Equipment’s and Software Technologies, cuja reunião final decorreu no dia 29 de janeiro, no Centro Tecnológico do Calçado de Portugal (CTCP). FAMEST reuniu um consórcio de 23 empresas do setor e nove centros de investigação, com o objetivo de mobilizar e dinamizar o cluster de calçado português através de ações e demonstrações de soluções tecnológicas i4.0, e materiais avançados.

O INESC TEC esteve presente neste projeto, através das equipas de investigação do CESE e CRIIS. O CESE, que teve a cargo as arquiteturas e plataforma IIoT (Industrial Internet of Things), simulação, framework e plataformas colaborativas, contou com a participação dos investigadores Rui Diogo Rebelo, César Toscano, Correia Alves, Paulo Marques, Elder Hernández, Bruno Cunha, Daniela Silva. Pelo CRIIS, responsável pelo suporte de robótica móvel, estiveram a trabalhar no projeto os investigadores António Paulo Moreira e Héber Sobreira.

De referir que, no âmbito do projeto, o INESC TEC desenvolveu uma plataforma Industrial IoT onde se integraram equipamentos preparados para a i4.0 – Forno e CNC, e sistemas – ERP (Enterprise Resource Planning), e a simulação de uma linha de produção, o Digital Twin da linha. Esta integração foi baseada na arquitetura industrial IoT, proposta pelo INESC TEC, tendo como objetivo obter e difundir dados e informação relevantes de suporte à tomada de decisão.

Relativamente aos sistemas logísticos e plataformas colaborativas, foi apresentado um AGV (Automated Guided Vehicle) para o setor do calçado e plataformas colaborativas (gestão de atividades colaborativas, Brand-to-Retailer, Marketing Digital), para as quais o INESC TEC contribuiu no seu desenvolvimento.

A sessão de encerramento do projeto, que se prolonga até outubro de 2020, decorreu com grande sucesso, tendo os industriais do setor demonstrado interesse nos resultados finais alcançados. Segue-se a instalação de alguns protótipos em ambiente industrial. As provas de conceito servirão para fomentar a difusão das potencialidades das soluções tecnológicas i4.0 para as empresas do cluster do calçado, preparando-as e aumentando a sua competitividade. Estas atividades tiveram a participação dos copromotores: INESC TEC, CTCP, FLOWMAT, CEI, OFICINAWARE, K.S.Informática, JEFAR e KYAIA.

Os investigadores mencionados têm vínculo ao INESC TEC e UP – FEUP.