Cookies
O website necessita de alguns cookies e outros recursos semelhantes para funcionar. Caso o permita, o INESC TEC irá utilizar cookies para recolher dados sobre as suas visitas, contribuindo, assim, para estatísticas agregadas que permitem melhorar o nosso serviço. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

INESC TEC apoia capacitação de profissionais para responder aos desafios da indústria transformadora

Atividades de formação sobre materiais compósitos, processamento multimaterial, processos de ligação de materiais, sistemas ciberfísicos, digital twins e outros temas.

15 abril 2021

Promover a aproximação entre as necessidades industriais e o ambiente académico e de investigação para reforçar as competências de estudantes, professores, investigadores e técnicos industriais. É este o principal objetivo do projeto M-NEST-II, que conta com a coordenação da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP), que junta a sua experiência à do INESC TEC e INEGI, para capacitar profissionais face às exigências da indústria transformadora.

O projeto M-NEST-II surge na sequência dos projetos piloto M-NEST-I e M-NEST-RIS, em que as sessões de demonstração de novos modelos de ensino implementadas resultaram em elevados níveis de satisfação dos participantes, desde alunos e docentes até mentores do lado da indústria.

No decorrer dos projetos piloto, cerca de 190 formandos tiveram oportunidade de explorar e contactar com os mais variados cenários de produção e de inovação, enquanto as empresas puderam contar com profissionais melhor preparados para acrescentar valor ao negócio.

De acordo com Ana Cristina Simões, do Centro de Engenharia e Sistemas Empresariais (CESE), que assume a coordenação do projeto no INESC TEC, “o M-NEST II procurará envolver ainda mais organizações e participantes, consolidando os modelos de formação implementados na fase piloto”. Em particular, o papel do INESC TEC é “participar e acompanhar o desenvolvimento destes modelos de formação e fazê-los chegar às empresas portuguesas” esclarece a investigadora.

Fábricas de ensino e aprendizagem

Os projetos M-NEST-I e M-NEST-RIS resultaram de uma iniciativa conjunta da FEUP, INESC TEC e INEGI para responder às necessidades da indústria transformadora nacional, onde a acelerada introdução de novas tecnologias traz consigo a necessidade de adaptar a formação de especialistas.

O consórcio de instituições nacionais formou a rede Europeia M-NEST para demonstrar que a colaboração entre empresas e instituições de ensino e investigação na formação de profissionais é também uma resposta eficaz a nível nacional.

Em Portugal, as “Fábricas de Ensino e Aprendizagem” da rede M-NEST foram implementadas nos laboratórios da FEUP, INESC TEC e INEGI.  Estas “fábricas de ensino e aprendizagem” promoveram várias atividades de formação, sobre temas como materiais compósitos, processamento multimaterial, processos de ligação de materiais, sistemas ciberfísicos e digital twins.

Estes projetos são financiados pelo EIT Manufacturing e, para além dos parceiros nacionais (FEUP, INEGI e INESC TEC) comuns a ambos os projetos, contaram ainda com a participação da ENSAM - Arts et Métiers Paris Tech (França), da Aalto University (Finlândia) e da SUPSI - University of Applied Sciences and Arts of Southern Switzerland (Suiça), no projeto M-NEST-I, e da CTU - Czech Technical University (República Checa), da University of Tartu (Estónia) e do LMS - Laboratory for Manufacturing Systems and Automation of University of Patras (Grécia) no projeto M-NEST-RIS.

Mais informações em http://m-nest.eu/