Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

Exposição na FCUP comemora 50 anos da chegada do Homem à Lua

Foi a 20 de julho de 1969 que o astronauta norte-americano Neil Armstrong pisou pela primeira vez solo lunar. A Universidade do Porto (U.Porto), juntamente com o INESC TEC, pretenderam assinalar o aniversário da primeira alunagem com uma série de atividades, entre elas uma exposição intitulada “50 anos da Chegada do Homem à Lua”.

24 julho 2019

Orlando Frazão, investigador no Centro de Fotónica Aplicada (CAP) do INESC TEC, e docente da Faculdade de Ciências da U.Porto (FCUP), foi um dos responsáveis pela organização da exposição, que pretende levar os visitantes numa viagem no tempo, recordando os anos 60 e as explorações científicas da altura.

“Tudo começou com um sonho em 1634 quando Kepker publicou ao seu livro SOMNIUM em que o homem vai à lua através de um sonho. Só a 20 de julho de 1969 é que o sonho se tornou uma realidade com a alunagem da Apollo XI. Passado 50 anos, é possível fazer uma exposição no Porto, mostrando esse sonho materializado e continuar a sonhar para ir a marte”, explica o investigador.

A decorrer na Biblioteca da FCUP, a exposição está dividida em várias partes, desde literatura de ficção cientifica e de divulgação científica, passando por banda desenhada e ainda por relatórios técnicos ligados a esta temática. Trata-se duas coleções pertencentes ao espólio pessoal de Orlando Frazão e de Rui Moura docente da FCUP, investigador do Instituto de Ciências da Terra sendo outro dos organizadores desta iniciativa.

A mostra inclui ainda uma outra divisão, composta por diversos materiais, entre eles selos, moedas, medalhas, cadernetas e outros objetos relacionados com a ida do Homem à Lua.

Com entrada livre, a exposição foi inaugurada no dia 22 de julho, e estará aberta ao público até ao final de novembro de 2020. Pode ser visitada de segunda a sexta-feira, entre as 09h00 e as 19h30.

 

O investigador do INESC TEC mencionado na notícia tem vínculo ao INESC TEC.