Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Aceitar Rejeitar
  • Menu
Artigo

Equipa INESC TEC colabora com iniciativa ENSICO

Investigadores do INESC TEC participam na iniciativa ENSICO, Associação para o Ensino da Computação, que pretende apostar no ensino das Ciências da Computação nas escolas portuguesas, apoiando a criação de práticas inovadoras na era digital, através de novas ferramentas de ensino, de materiais e de software de aprendizagem.

29 outubro 2020

José Nuno Oliveira, investigador sénior do Laboratório de Software Confiável (HASLab) do INESC TEC e Pedro Guedes de Oliveira, Consultor do Presidente do INESC TEC, são dois dos fundadores desta iniciativa, que tem como objetivo ensinar esta área da ciência aos mais jovens e antes da chegada ao Ensino Superior. “É tarde só se ensinar Computação nas universidades”, defende José Nuno Oliveira. Também Ademar Aguiar do Centro de Sistemas de Informação e de Computação Gráfica (CSIG) do INESC TEC faz parte deste projeto.

Com uma vasta experiência em atividades direcionadas para alunos do ensino básico e do secundário, relacionadas com as Ciências da Computação, José Nuno Oliveira, juntamente com a restante equipa, aposta numa abordagem “unplugged”, na qual os meios são apenas papel e lápis. “Para se começar a ensinar Computação aos jovens, não é necessário utilizar o computador. Este só os vai distrair do essencial”, afirma José Nuno Oliveira.

Nesta iniciativa, a principal função da equipa do INESC TEC é a produção de conteúdos didáticos para as aulas, que são dadas por alunos da FEUP e da UMinho, bem como pela Youtuber portuguesa Inês Guimarães, que criou um canal no Youtube e lançou um livro de desafio para desmistificar a matemática.

Em parceria com a Câmara Municipal do Porto, a ENSICO iniciou em outubro o ensino da disciplina de Computação em três estabelecimentos de ensino da cidade — escolas do Agrupamento de Escolas Garcia de Orta, do Agrupamento de Escolas do Cerco do Porto e Colégio Nossa Senhora de Lourdes ao nível dos 2º e 3º ciclos.

Com um horizonte temporal de três anos, a ENSICO pretende chegar a novas escolas do Continente e Ilhas e tem como objetivo promover o pensamento computacional como prática pedagógica para todos os estudantes do ensino básico e secundário, com vista à promoção da literacia e ética digital, assente no domínio das Ciências da Computação.

Os investigadores do INESC TEC mencionados na notícia têm vínculo à UMinho e UP-FEUP.