Cookies
Usamos cookies para melhorar nosso site e a sua experiência. Ao continuar a navegar no site, você aceita a nossa política de cookies. Ver mais
Fechar
  • Menu
Artigo

Acompanhe os resultados do estudo “Diários de uma pandemia”

Consulte aqui a informação detalhada sobre os resultados do estudo entre 1 e 18 de maio

27 maio 2020

Para compreender a dinâmica da adaptação dos cidadãos à pandemia de COVID-19, em Portugal, o Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) e o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), em parceria com o jornal PÚBLICO, lançaram o estudo “Diários de uma pandemia” (acessível AQUI).

O estudo, que iniciou no dia 23 de março de 2020, está a convidar os cidadãos a responderem diariamente a um conjunto de perguntas, que visam ajudar a compreender a evolução da vida dos Portugueses, ao longo da pandemia de COVID-19.

Resultados de 1 e 18 de maio 2020

De 1 a 18 de maio, 5.085 participantes responderam a questões sobre a intenção de fazer testes de diagnóstico (pesquisa do vírus com zaragatoa) e de imunidade (deteção de anticorpos).

Pode consultar informação detalhada sobre os resultados deste período de análise no relatório elaborado pelos investigadores do ISPUP e do INESC TEC (AQUI) e na notícia preparada pelo jornal PÚBLICO (AQUI).

Resultados de 23 de março a 10 de maio 2020

De 23 de março a 10 de maio, participaram no estudo 13.517 pessoas, que responderam a mais de 200 mil questionários. A análise centrou-se na evolução da vida dos portugueses, durante e após o estado de emergência nacional, no contexto da pandemia de COVID-19.

Pode consultar informação detalhada sobre os resultados deste período de análise no relatório elaborado pelos investigadores do ISPUP e do INESC TEC (AQUI) e na notícia preparada pelo jornal PÚBLICO (AQUI).

Resultados de 23 de março a 21 de abril 2020

De 23 de março a 21 de abril, participaram no estudo 11.125 pessoas, que responderam a 127.744 questionários. A análise centrou-se na realização de testes para detetar a presença de infeção por SARS-CoV-2.

Pode consultar informação detalhada sobre os resultados deste período de análise no relatório elaborado pelos investigadores do ISPUP e do INESC TEC (AQUI) e na notícia preparada pelo jornal PÚBLICO (AQUI).

Resultados de 23 de março a 8 de abril 2020

De 23 de março a 8 de abril, participaram no estudo 10.391 pessoas, com idades entre os 16 e os 89 anos, que responderam a 73.617 questionários. A análise centrou-se na utilização de cuidados de saúde no contexto da COVID-19.

Pode consultar informação detalhada sobre os resultados deste período de análise no relatório elaborado pelos investigadores do ISPUP e do INESC TEC (AQUI) e/ou ler a notícia do jornal PÚBLICO (AQUI).

Resultados de 23 a 30 de março 2020

Na primeira semana, participaram no estudo 6791 pessoas, que preencheram 23.254 questionários. Estes cidadãos, com idades compreendidas entre os 16 e 89 anos de idade, informaram-nos como atuam em relação a um conjunto de situações que poderão influenciar o curso da epidemia em Portugal.

Pode consultar informação detalhada sobre os resultados da primeira semana do estudo no relatório elaborado pelos investigadores do ISPUP e do INESC TEC (AQUI) e na notícia do jornal PÚBLICO (AQUI). 

Nesta primeira semana de estudo, foi avaliado também o bem-estar dos participantes. Pode consultar o relatório relacionado com o bem-estar emocional dos participantes (AQUI) e/ou ler a notícia do jornal PÚBLICO (AQUI).